FANDOM


Outra versão
ALERTA DE SPOILER: Detalhes do enredo a seguir. Aconselhamos atenção!
Ninguém irá me impedir de trazer meu garoto de volta

–Lilith, Thy Soul Instructed

Lilith é um poderoso Demônio Maior e a Rainha de Edom. Ela é conhecida como a Mãe dos Demônios, assim como uma figura materna por seus seguidores com lavagem cerebral.[1] Ela pessoalmente considera Jonathan Morgenstern como seu filho.

Biografia

História

Lilith foi a primeira esposa de Adão no Jardim do Éden até que ela foi expulsa e substituída por Eva. Ela suspeitou que ela foi posteriormente amaldiçoada para nunca ser capaz de ter filhos.[2] Em algum momento, ela se tornou conhecida como a Mãe dos Demônios.[1]

Por volta da década de 1990, o Nephilim Valentim Morgenstern veio até ele e pediu que sangue de demônio fosse dado ao seu filho ainda não nascido,[3] através do útero da mãe da criança, para seus experimentos.[4] Como ela suspeitava,[3] o menino, chamado Jonathan, acabou se mostrando muito poderoso – e faminto demais por morte – para controlar e foi enviado para Edom quando tinha cerca de onze anos de idade.[5] Lilith o amou como se fosse seu próprio filho.[3]

Igreja de Talto

TMI220 Lilith01

"Eu estou aqui agora, filho."

Quase uma década depois, Jonathan voltou para a Terra e encontrou sua desgraça em uma batalha contra Jace Herondale.[6] Em seus momentos antes de morrer, Jonathan usou seu sangue para abrir uma fenda para Edom e chamou por ela. Através desta fenda, vários asmodei entraram no mundo, um dos quais pegou o corpo de Jonathan e o trouxe para uma caverna isolada. Os demônios então se juntaram a Lilith, e ela se reuniu com seu "filho".[7]

Decidida a ressuscitar Jonathan, Lilith estabeleceu-se em uma catedral abandonada em Nova York, onde a energia das linhas ley é forte. Ela a chamou de a Igreja de Talto.[2] Aqui, Lilith montou um altar – especificamente, um túmulo sagrado com um padrão esculpido na pedra – com Jonathan diretamente embaixo dele.[8]

Explorando o mundo mundano, ela encontrou o caminho para um hospital, onde olhou para os bebês recém-nascidos na maternidade. Ela perguntou a um enfermeiro, Tim Dempsey, que se aproximou dela se ela podia segurar um deles, lamentando que ela era estéril por causa de seu ex-marido. O enfermeiro, apesar de simpático, educadamente recusou seu pedido e gentilmente a acompanhou para fora. Lilith notou sua bondade e o escolheu como seu primeiro discípulo.[2]

TMI301 Blood ritual 01

Em um ponto, ela conseguiu chamar Jace. Ela o colocou sob seu controle, transformando-o em um soldado de infantaria leal ao possuí-lo com sua Coruja demoníaca,[8] mas só capaz de fazê-lo em seu sono por causa de seu forte amor por Clary Fairchild. Em uma tentativa de contornar isso, Lilith enviou-lhe sonhos, às vezes envolvendo Jonathan, que terminam com o próprio Jace matando Clary. Uma vez que Jace terminasse sua tarefa de coletar 33 discípulos para o seu ritual, ela pretendia matar Jace como vingança por ele ter matado seu filho.

Lilith instruiu-o a ir atrás do enfermeiro e infectá-lo com um demônio possuidor. Essa possessão tornou os discípulos escolhidos demoníacos, mudando suas células e escravizando-os à cega lealdade a ela, impelidos a matar seus entes queridos e assim corromper suas almas. Jace, em sua forma de coruja, foi rápido em reunir muitos discípulos para ela. Ela chamou cada um deles de volta à igreja depois de matá-los e cortou suas gargantas sobre o altar, deixando sua vida demoníaca pingar e fluir nos espaços esculpidos e no centro para nutrir Jonathan e prepará-lo para seu renascimento.[2][3][8][9]

Seu plano causou um pequeno contratempo quando a corrupção das linhas ley causada por seu ritual se espalhou pelas linhas ley da cidade, alertando os feiticeiros da corrupção quando a magia deles funcionou mal. Os Caçadores de Sombras do Instituto de Nova York, em conjunto com o feiticeiro Magnus Bane, usaram a energia angélica do núcleo de poder do Instituto para eliminar a corrupção demoníaca das linhas ley.[9]

TMI301 Lilith's henchman 03

"A Coruja" curvando-se para Lilith.

Jace falhou apenas uma vez para trazer de volta um discípulo quando os Caçadores de Sombras interferiram e a capturaram.[8] Reconhecendo o risco que representava – possivelmente sendo rastreada quando sua possessão fosse identificada – Lilith ordenou que Jace "cuidasse dela", pelo que Jace removeu o demônio que a possuía.

Quando seu domínio sobre Jace foi perdido por causa de seu contato com Clary – com Jace dizendo a ela que seu amor pela garota era mais forte – ela decidiu lidar com Clary para que a lealdade e amor de Jace por Lilith pudessem ser íntegros e imperturbáveis. Ela foi até Magnus,[3] posando como uma amiga do falecido Ragnor Fell, e pediu a Magnus um feitiço para fazer alguém se desapaixonar. Convencendo Magnus de que era para um ex que ela estava preocupada, Magnus fez um para ela – a poção faria o destinatário perder todos os sentimentos por alguém específico, mas exigia uma fatia da alma da pessoa.

TMI305 Lilith & Clary 06

Lilith tomando um pedaço da alma de Clary.

Lilith convocou um demônio para coletar um pedaço da alma de Clary, deixando-o rastrear Clary pelo cheiro. O demônio acabou localizando Isabelle Lightwood, que estava usando o vestido de Clary. Ela logo sentiu a morte do demônio, levando a ela mesmo fazer um movimento sobre Clary. Ela procurou por Clary e a encontrou em uma fazenda falando com o anjo Ithuriel. Em sua verdadeira forma, ela matou o anjo arrancando seu coração e pegou um pedaço da alma de Clary. Ela completou a poção de Magnus com a alma de Clary e deu a bebida para Jace, fazendo efeito sobre ele instantaneamente.[10]

Lilith o convocou no dia seguinte e ordenou que ele lhe trouxesse o 33º e último discípulo. Lilith sentiu o verdadeiro Jace dentro de sua leal coruja lutando para se libertar e informou-o que uma vez que ele terminasse de servi-la, ela soltaria a coruja sobre seus amigos e família antes de finalmente libertá-lo e executá-lo. Ela então deu a ele um choque de energia demoníaca através de um beijo para fortalecê-lo antes de mandá-lo embora.[11]

Na noite seguinte, Lilith recebeu Ollie - o último discípulo enviado por Jace - e fez com ela o que fez com todos os outros discípulos: perguntou-lhe o que ela havia matado, cortou sua garganta e deixou seu sangue derramar sobre o altar. Com o sangue de 33 discípulos, o ritual estava próximo da conclusão. Com Jonathan completamente nutrido, Lilith o levou a um sarcófago em outro quarto. Ela instruiu Jace a ir ao Cemitério dos Desonrados de Alicante para buscar um pedaço da carne do cadáver de Valentim.

Mais tarde, o lobisomem Luke e o vampiro diurno Simon entraram em sua igreja. Três de seus discípulos se moveram para detê-los, dois dos quais foram desintegrados pela Marca de Caim na testa de Simon, fazendo Lilith gritar em agonia e Ollie correr para o lado dela. Desorientada e horrorizada, Lilith exigiu saber como seus discípulos tinham sido destruídos tão facilmente. Ollie contou a ela sobre Simon, fazendo com que Lilith deduzisse seu status de Diurno e, portanto, a origem de seus poderes.[1]

Com medo dos poderes de Simon, Lilith rapidamente transportou sua suíte e o sarcófago de Jonathan para um prédio diferente para escapar. Ela enviou seus discípulos até a cidade para encontrar Jace, que não havia retornado de sua missão. Embora Ollie estivesse receosa quanto a sua segurança devido aos poderes de Simon, Lilith decidiu atacar a raiz do problema confrontando o responsável pelos poderes de Simon: a Rainha Seelie. Lilith sozinha atacou a Corte Seelie, massacrando dezenas de Seelies sem esforço antes de confrontar a monarca acovardada. Lilith exigiu que a rainha removesse a marca de Simon, mas a rainha se recusou desafiadoramente. Enfurecida, Lilith levantou a mão para matar a Rainha, mas poupou-a e ao seu povo em troca de ter o paradeiro de Jace.

TMI310 Jonathan & Lilith 01

Lilith vigia seu "filho".

Ela imediatamente teleportou para o Apartamento do Magnus, jogando Alec e Isabelle de lado e prendendo Magnus contra a parede. Embora Magnus a desafie a matá-lo, Lilith observou que ela não queria se atolar em uma guerra com Asmodeus, libertou o feiticeiro e partiu com Jace.[12]

Decidida a evitar a ameaça que Simon apresentava ao seu plano, Lilith enviou a coruja para sequestrar a vampira Heidi e trazê-la de volta com ele. Lilith sugeriu que Heidi ajudasse Simon a se assumir como um vampiro para sua família, utilizando seu desejo de estar com Simon, para distraí-lo por tempo suficiente para mantê-lo longe de Jonathan e do ritual iminente. Ela mandou Jace sair mais uma vez para terminar sua tarefa original de colecionar um pedaço do corpo de Valentim, assim como para trazer Clary para ela.[13] Jace voltou com os dois mais tarde naquela noite.

Lilith colocou a carne de Valentim no topo do túmulo de Jonathan, tornando-o um dos últimos ingredientes necessários para o ritual. Ela então confrontou e provocou Clary, lhe insultando ainda mais ao dar um beijo em Jace para lhe fornecer energia, antes de mandá-la se vestir apropriadamente para a ocasião. Depois, Lilith conversou com Clary sobre suas ações recentes e seu ardente desejo de reviver Jonathan a qualquer custo. Ela perdeu a paciência quando Clary ridicularizou sarcasticamente a noção de que os demônios eram capazes de amar e brigaram quando Clary insultou Jonathan.

TMI310 Lilith & Clary 01

"Enquanto você viver, meu filho também viverá".

Enquanto Luke e sua equipe se infiltravam no prédio, Lilith enviou seus discípulos para impedi-los. No meio do tumulto, Lilith de repente sentiu uma onda de magia familiar e rugiu com fúria quando Magnus Bane usou o poder emprestado de seu pai Asmodeus para libertar Jace do demônio Coruja. Enfurecida, Lilith deu continuidade de qualquer maneira. Com o ritual se aproximando, ela esculpiu uma marca demoníaca no ombro de Clary que ligou a nova vida de Jonathan à de Clary. Quando ela se virou para Jonathan, Simon correu e removeu as cordas que prendiam Clary. Clary ameaçou acabar com sua própria vida e, portanto, a de Jonathan, Lilith foi momentaneamente distraída pelo incômodo antes de ser atingida pela runa do Sol. Lilith, horrorizada, percebeu tarde demais que Simon estava atacando o sarcófago e desesperadamente o atacou sem pensar. A marca de Caim se ativou, voltando o ataque de Lilith contra ela mesma sete vezes mais forte. Levantando-se, Lilith viu que Jonathan havia ressuscitado e sorriu, momentos antes de sua forma terrestre se desintegrar - causando uma grande explosão - conforme ela era banida, gritando em agonia, de volta a Edom.[14]

Habilidades e Competências

  • Imortalidade: Como um Demônio Maior, a idade de Lilith se estende por eras; ela não envelhece nem morrerá de causas naturais ou doenças.
  • Controle de mente: Lilith é capaz de submeter mundanos à sua vontade e pode comandar deles sua lealdade cega e amor por ela. Sua capacidade de fazer isso é poderosa o suficiente para que ela possa colocar até mesmo um Caçador de Sombras – pelo menos um suscetível como Jace Herondale – sob seu controle. No entanto, ela só pode controlar Jace quando ele está dormindo, e ela é incapaz de comandá-lo completamente devido ao seu amor por outra.
  • Necromancia: Lilith é capaz de conduzir um ritual destinado a reviver os mortos. O ritual em si é extremamente perigoso, difícil e leva muito tempo para ser totalmente executado.
  • Magia: Como um demônio maior, Lilith é capaz de aproveitar e utilizar magia demoníaca para uma variedade de propósitos. Ela e Asmodeus são dois dos poucos Demônios Maiores poderosos o suficiente para corromper as linhas ley com energia demoníaca. Ela também é capaz de extrair uma porção da alma de uma pessoa.[10]
  • Metamorfose: Lilith tem uma forma demoníaca alada.[10] Ela também é capaz de assumir a aparência de um humano comum enquanto está na Terra, e mesmo feiticeiros experientes não conseguem enxergar.[3]
  • Clariaudiência: Lilith é fisicamente ligada aos demônios que ela dispersa, capaz de sentir a destruição desses demônios.[2][10]
  • Voo: Em sua verdadeira forma, Lilith é capaz de voar.
  • Super força: Em sua forma de demônio, Lilith é forte o suficiente para perfurar o peito de alguém e até mesmo uma armadura com uma mão.[10]

Personalidade e Traços

De fala mansa e estranhamente calma, Lilith carrega-se com um ar de suprema autoridade e poder, mas também com uma inocência enganosa que impedem aqueles que a encontram de vê-la como uma ameaça até que seja tarde demais. Ela raramente exibe grande emoção, exceto quando ela está falando sobre seu "filho" Jonathan ou seu ódio por seus assassinos. Lilith tem uma fixação em crianças devido a ela ser estéril.[2]

Lilith se preocupa com a segurança daqueles que servem a um propósito para ela, mas não hesitaria em se livrar deles quando eles se tornassem uma responsabilidade.[3] Ela é vista apenas verdadeiramente cuidando de seu filho. Ela está disposta a matar e destruir por seus desejos e por aqueles que ela ama, não demonstrando nenhum remorso pelas mortes que ela pode causar.[9] Ela é pessoalmente ofendida e irritada por aqueles que ousariam machucar seu filho e cuidariam de sua destruição, mas ela não estaria acima de usar até aqueles que detesta se pudessem ajudá-la a alcançar seus objetivos, ainda que temporariamente.[3]

Lilith também pode ser bastante sábia, criativa e eficiente, capaz de pensar à frente e ajustar seus planos adequadamente em caso de uma situação inesperada. Embora ela não tente exatamente ser sutil com suas atividades,[9] ela é capaz de evitar a detecção, deixando os outros fazerem seu trabalho sujo por ela, mas se esconde à vista de todos, mostrando-se de alguma outra forma até para aqueles que trabalham contra ela.[3] Se pressionada o suficiente, no entanto, ela não tem medo de resolver os problemas com as próprias mãos e lidar com um problema pessoal.

Aparições

Aparições da Segunda Temporada (2B): 1/20
Mea Maxima Culpa:
Ausente
You Are Not Your Own:
Ausente
Those of Demon Blood:
Ausente
The Fair Folk:
Ausente
A Problem of Memory:
Ausente
Day of Atonement:
Ausente
A Dark Reflection:
Ausente
Awake, Arise, or...:
Ausente
Hail and Farewell:
Ausente
Beside Still Water:
Aparece
Aparições da Terceira Temporada (3A): 10/10
On Infernal Ground:
Aparece
The Powers That Be:
Aparece
What Lies Beneath:
Aparece
Thy Soul Instructed:
Aparece
Stronger Than Heaven:
Aparece
A Window Into an...:
Aparece
Salt in the Wound:
Aparece
A Heart of Darkness:
Aparece
Familia Ante Omnia:
Aparece
Erchomai:
Aparece

Galeria

Veja mais aqui

Curiosidades

  • Acredita-se que Lilith tenha sido retratada pela atriz substituta Tara Westwood em Beside Still Water. A atriz oficial, Anna Hopkins, foi escalada durante os estágios iniciais da produção da terceira temporada.[15]
  • No folclore judaico, Lilith é conhecida como a primeira esposa de Adão, que foi criada ao mesmo tempo e da mesma sujeira que ele.[16]

Referências

Esta página utiliza conteúdo de uma página da The Shadowhunters on Freeform Wiki.
A lista de autores pode ser vista no histórico da página.